Você que é usuário do Windows há um tempo ou até mesmo já quer iniciar com o pé direito com Linux =), há muitas dúvidas em meio a tantas distribuições Linux existentes na Internet, e o usuário iniciante sempre se pergunta…

Qual distribuição utilizar?

Há várias distribuições Linux dos mais variados gostos, dos mais variados idiomas e níveis de complexidade com ferramentas fantásticas, porém o que o usuário deve mesmo procurar não como uma regra, mas é primeiro ler a história do Linux e entender o seguinte, você não vai “dominar” a administração do sistema em 1 semana, 1 mês, isso é com o tempo, tanto que até hoje aprendemos com ele e até ferramentas no Windows também, o aprendizado é constante.

Opte no início por distribuições mais atualizadas com um gerenciador de janelas (X) como Gnome ou KDE, lembre-se também que muitos efeitos gráficos requerem uma boa placa de vídeo, memória e processamento. Lembre-se que também que a hierarquia de diretórios muda de distro para outra, umas seguem o padrão FHS outras não, mas conheça o FHS por baixo para ter uma noção rápida onde fica o quê?
Bom… chega de blá-blá-blá e vamos ao que interessa, há diversos sites e artigos na internet que lhe ajudam a fazer a escolha, pode não ser 100% porém ajuda bastante os iniciantes, como de costume há um questionário perguntando-lhe o idioma, se você já conhece o que é Distribuição Linux e assim por diante, nivela por baixo literalmente.

Como recomendação segue um Chooser que lhe ajudará na escolha, recomendo o site pelo fato de poder optar em fazer o Questionário em “Português – PT”, em geral é tudo em inglês, para quem não conhece já ajuda e deixa de ser um “impeditivo”. Segue um artigo útil que faz uma comparação com softwares equivalentes Windows x Linux no VOL e também comandos equivalentes.

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Programas-equivalentes-Linux-vs-Windows/

http://www.yolinux.com/TUTORIALS/unix_for_dos_users.html ( Em inglês )

Lembre-se que ao iniciar a instalação e o uso, não desista assim que ver o primeiro problema ou simplesmente quando não conseguir instalar o primeiro software, pois usar o Linux não é simplesmente utilizar “Outro” sistema operacional, mas sim toda uma mudança de conceitos e quebra de paradigmas.

Até a próxima.

Att.
Heitor Lessa

Anúncios