Tags

Boa noite a todos,

É com grande orgulho que escrevo o primeiro curso deste blog, ainda mais sobre uma ferramenta bastante difundida na Internet, mas nenhum guia ou curso rápido como este em nossa linguagem ou em inglês existe, mas cá estamos ^^.

Conheci a ferramenta através de um trabalho da faculdade em 2007, da qual tinhamos que apresentar qualquer software livre que apresentasse serviço de monitoramento ou serviços para a rede, no dia seguinte das apresentações cacei materiais mas nada muito concreto ainda ( o projeto ainda estava em crescimento, a comunidade não era tão grande como hoje ), no fim… utilizo até hoje a ferramenta no dia-a-dia que economiza muito tempo na administração e configuração do mesmo, além da grande utilidade que o mesmo proporciona.

Quero agradecer a todos que esperaram com paciência pelo mesmo, e espero que eu consiga de alguma forma satisfazer as dúvidas perante o projeto com esse curso rápido, lembrando que o mesmo tem a duração de até 10 posts podendo ser expandido, atualizarei o conteúdo semanalmente sobre o curso.

Desejo a todos uma ótima leitura !

Até a próxima.
Att.
Heitor Lessa

INTRODUÇÃO


O Spiceworks IT Desktop é uma ferramenta de gerenciamento de rede de fácil acesso e configuração, o projeto nasceu em 2006 e tinha como foco uma ferramenta para gerenciar dispositivos da rede com inventário, tendo como principal objetivo a distribuição gratuita diferentemente de muitos softwares existentes da mesma função.

A comunidade foi crescendo e crescendo, chegando a 15 mil usuários utilizando na versão 1.0, logo na primeira atualização de versão para a 1.5 ganhou seu sistema de ticket (Helpdesk), da qual acarretou 30 mil usuários. Como recompensa de sua estrondosa ascensão ao mercado ganhou o prêmio de melhor escolha da PC Magazine em 2007, desde então foi crescendo para 100, 200, 700 e hoje com mais de 900 mil usuários ativos, utilizando-o até em grandes empresas.

A pergunta que todo administrador ou usuário do Spiceworks é: É realmente free? Porque não cobrar pela utilização?. A resposta é simples, sim é gratuito e o software desde o início tinha como premissa a licença gratuita, mas isto como todos nós sabemos não garante a “vida” do software, pois os programadores também precisam de dinheiro. A resposta está no patrocínio de grandes empresas que utilizam o software e escrevem plugins oficiais para o software, empresas como Dell, Microsoft, Intel, etc.

Uma informação importante é que o Spiceworks atualmente é mantido por diversos profissionais focados somente neste projeto, uma organização inteira mesmo com CEO, Vendas, Programadores, Sysadmin, etc., logo o projeto não se tornará pago, mas propagandas sempre haverá, isto é inevitável, mas nada que atrapalhe a funcionalidade do mesmo, além disso a compania recebe milhões de investimento todo o ano.

A descrição sobre o software e sua evolução desde 2006 pode ser encontrado aqui.
&nbsp

FUNCIONALIDADES


O software hoje atende empresas de forma eficaz com até 1.000 computadores e ativos de rede, ao longo dos anos foi ganhando novas funcionalidades além do inventário da versão 1.0, além de melhorias nas já existentes, a cada versão ganha algo novo e a parte boa é que não demora tanto assim.

Dentre as suas funcionalidades as principais são:

  • Inventário do parque de máquinas e da rede;
  • Monitoramento de serviços e computadores da rede;
  • Sistema de ticket com portal WEB (Helpdesk);
  • Mapa da rede em gráfico;
  • Controle de serviços de TI como contratos;
  • Sistema de relatórios dos serviços.

As funcionalidades como Inventário, Monitoramento, Helpdesk e Relatórios serão abordadas no curso, as demais podem ser vistos na comunidade e documentação da ferramenta descritas no próximo tópico.

Atualmente o software contempla o uso de plugins escritos pelos usuários da comunidade e por patrocinadores, além dos desenvolvedores oficiais do projeto. Isto possibilita a expansão de funcionalidades que o mesmo contém, além de utilidades para o dia-a-dia que acabam virando códigos implantados no software em novas versões.

Um resumo das funções do software pode ser encontrado aqui


COMUNIDADE


Como dito anteriormente o Spiceworks é utilizado por mais de 900 mil usuários em todo o mundo, utilizado desde empresas de pequeno porte à grande porte.

A comunidade do software é imensa que conta com milhares de usuários, além dos programadores ativos no fórum. Diferente de algumas comunidades, além de prestar suporte ao Spiceworks e suas funcionalidades, dispõe de How-tos e grupos de diversos assuntos relacionados a TI, como Boas práticas em TI e outros grupos de discussão que podem ser vistos aqui.

O suporte é relativamente rápido, pois como dito anteriormente além dos usuários ativo há também os desenvolvedores do software, que ajudam com dicas e scripts para a solução de problemas no cotidiano.

A comunidade do programa está no link http://community.spiceworks.com, o site está todo em inglês, porém há grupos Internacionais que publicam dúvidas e/ou artigos em suas respectivas linguagens, garantindo o suporte de qualquer forma, mas garanto que com o inglês a resposta será mais rápida.

O interessante também são enquetes que acontecem diariamente no site sobre compra de produtos, uso de tecnologias no dia-a-dia entre outros assuntos pertinentes a TI.

Resumindo é uma comunidade completa, que conseguiram além de disponibilizar suporte para o software, reuniu diversos profissionais em TI que compartilham dúvidas e conhecimentos semelhantes, criando então grupos de discussões sobre diversas tecnologias e fabricantes diversos, incluindo Cisco, HP, Microsoft, etc., é genial, pois usuários que ainda não conhecem muito sobre o software, contribuem com postagens em assuntos pertinentes a outras áreas, enfim é imensa.

Anúncios