Tags

Boa noite á todos,

Após certa demora da postagem da 3 parte devido aos projetos do trabalho, provas e trabalhos da faculdade, segue abaixo a finalmente 3 parte do curso que escrevi desde sábado, porém, não será a parte conforme comentado em outros tópicos que seria sobre o Inventário. Decidi ser mais prudente demonstrarcomo configurar o Spiceworks antes de iniciarmos o Inventário e os outros que há de vir.

Desejo a todos uma ótima leitura e mais uma vez reforço que a formatação no Blog sai um pouco diferente da qual escrevo, devido as espaços e formatação HTML, mas irei disponibilizar ao final do curso o mesmo em arquivo Word para redistribuir ou melhorá-lo caso queiram.

CONHECENDO O SOFTWARE

Antes de iniciarmos o inventário do Spiceworks, veremos o Dashboard e Settings (Configurações) de uma forma rápida, pois nos capítulos finais uma melhor abordagem sobre as opções e troubleshooting.
A página inicial do Spiceworks é o Dashboard, da qual oferece de forma centralizada widgets com informações de várias ferramentas e opções do software.

Segue abaixo os widgets disponíveis na página principal:

  • My Notes – Widget informativo a outros usuários admin do Spiceworks, o mesmo é útil para deixar tarefas a fazer, dica do dia, alertas, enfim, o que você necessite como mensagem de texto;

  • Spiceworks News – Referencia novas notícias sobre o Spiceworks, funcionalidades, mudanças na equipe, eventos, etc;

  • Microsoft Exchange Healt – Widget informativo sobre mudanças em seu Exchange, como contas de e-mail, espaço nas mesmas, entre outros;

  • Inventory Summary – Como o próprio nome diz, este widget mostra um resumo do inventário, mostrando todos os grupos e quantas entradas há em cada um deles;

  • Timeline– Este é o widget mais útil do sistema, pois mostra os principais acontecimentos em sua rede, como novos softwares instalados nos hosts, mudança de MAC Address em determinado host, iterações nos tickets, etc;

  • Environment Charts ­– Exclusivo de relatórios dos dados coletados, mostra em gráfico de “pizza” alguns dados como total de sistemas operacionais, quantidade de tickets por responsáveis, depreciação de equipamentos, etc;

  • Spiceworks TV – Faz o link para diversos vídeos-tutoriais e webinars, etc;

  • Purchase List – Lista de compra da qual é incluída nos chamados abertos;

  • All Alerts – Todos os alertas mostrados nos hosts e dispositivos da rede;

  • Ratings and Reviews – São os tópicos mais lidos e votados como referência, muda constantemente.

  • Microsoft Security Bulletins – Widget muito útil para redes baseadas em Microsoft Windows, pois traz todos os novos KB´s e updates da plataforma.

  • IT NEWS & Information – Referencia de uma forma geral notícias de TI na internet.

Para resumir todo o conteúdo acima, segue na figura 6 o Dashboard padrão do Spiceworks:

Figura 6 - Overview Dashboard

Você pode adicionar novos widgets de sua preferência, um widget de alerta, RSS, inventário, etc., para isso selecione o botão “Add Content” e veja os widgets disponíveis por padrão no software como na figura 7 abaixo:

Figura 7 - Adicionando widget

Repare que há alguns das quais não falamos como por exemplo o “Slashdot” que traz informações direto do site. Para testarmos adicionaremos um Feed apontando para o Blog, assim você acompanha as novidades do Blog no próprio Spiceworks ou outro de sua preferência. Selecione “RSS Feed”, após selecione-o e clique no botão “Edit” e preencha-o exatamente como na figura 8:

Figura 8 - Widget RSS

Repare que no rodapé da opção “Add content” você tem a opção “Get more Widgets”, isto te redirecionará para a página de plugins do Spiceworks, verás as mais baixadas em primeiro momento e haverá outros no canto direito escrito “125 plugins”.

Na figura 9 mostra a página dos plugins mais baixados sendo que está recortado somente os 4 primeiros:

Figura 9 - Widgets opcionais

Como prova do que foi dito no primeiro capítulo, empresas que patrocinam o Spiceworks diretamente e indiretamente estão acima, oferecendo recursos para o desenvolvimento ou muitas vezes plugins prontos para a comunidade para seus produtos e softwares.

Agora se você precisa de mais de uma página de Dashboard, o mesmo também está disponível, repare na opção ao lado descrito como “Add New Page”, isto criará um novo item ao menu do Spiceworks com o nome desejado, assim poderá colocar novos widgets assim como feito até o momento.

PLUGINS

Os plugins para o Spiceworks é igual para todos os outros softwares, são extensões ao software que dão novas funcionalidades sejam elas do próprio fabricante ou personalizadas seja por você ou pela comunidade.

A primeira pergunta que todos fazem quando vêem diversos plugins na página do Spiceworks é:

  • Como escrever um plugin para o Spiceworks?

O Spiceworks para facilitar desenvolveu a própria API para o desenvolvimento dos plugins, isto ajuda a programadores não avançados que desejam fazer algo simples no software. O mesmo pode ser desenvolvido Java, pois a API utiliza-se de todos os elementos básicos do Java.

Para iniciar seu primeiro plugin vá na opção “Settings” no menu esquerdo do Spiceworks e depois em “Manage Extensions” ou acesse diretamente a URL http:endereçodospiceworks/settings/plugins, selecione “New Extension” e depois “New Plugin” assim como na figura 10:

Figura 10 - Criando um plugin

Após escolher o nome do seu plugin, selecione a opção “Edit” para inserir códigos nele, faremos nada mais nada menos do que um simples Hello World, o mesmo executará sempre que alternarmos de página, surgindo um caixa de mensagem como na figura 11:

Figura 11 - Plugin Hello World

Na figura 12 a API do Spiceworks contendo código do programa:

Figura 12 - Codigo Hello World

Para mais informações de como criar plugins e como eles funcionam, acesse a página do Spiceworks da qual contém informações desde o básico até plugins contendo páginas HTML e outras funções mais avançadas:

http://community.spiceworks.com/help/Creating_Plugins

Configurando o Spiceworks

Precisamos configurar algumas funções que será os pré-requisitos antes de avançarmos para o capítulo de inventário e os demais que virão.

De início configuraremos o e-mail, da qual é a principal função de todo o ambiente, pois todos os alertas emitidos pelo Spiceworks são enviados por e-mail, assim como tickets, etc. Selecione o menu “Settings” e depois “Email Settings” e a seguinte tela será mostrada como na figura 13:

Figura 13 - Configurando o e-mail

Então vamos às opções:

  • Dedicated Email Address – E-mail do remetente do qual aparecerá em todos os e-mails enviados pelo Spiceworks;

  • Display Name – Será o apelido mostrado nos e-mails enviados;

  • Protocol – Opção da qual o usuário escolho se os e-mails serão enviados através de um servidor SMTP ou através de um Microsoft Exchange;
  • Server – Servidor SMTP ou Microsoft Exchange do qual fará o envio dos e-mails;

  • Port ­– Porta que o servidor SMTP ou Exchange está escutando, lembrando que a porta 25 comumente usado, será bloqueada pelos provedores, assim sendo a porta será a 587;

  • Authentication – Habilite esta opção caso seu servidor necessite de autenticação, mas caso seja um relay deixe-a desabilitada;

  • Protocol (Incoming E-mail) – Opção da qual o usuário escolho como o SpIceworks receberá os e-mails, utilizando o protocolo POP, IMAP ou utilizar um servidor Exchange;

As informações inseridas na foto são do meu e-mail e o servidor subsequente, edite para o servidor da qual usa na empresa ou outro (se aplicável). Repare que no final da figura há a opção “Show Additional Settings”, porém está minimizada, segue a mesma na figura 14:

Figura 14 - Configurando o e-mail (avançado)

O foco está nas opções mais utilizadas, as demais também são importantes, mas não o foco deste curso, segue explicação sobre eles:

  • Scheduled time to send ‘coffe report’ email – Agendamento do envio de e-mail constando o relatório semanal, da qual contém os chamados abertos pela semana e os eventos do Spiceworks ao longo dos dias;

  • No reply email address – E-mail que será utilizado na resposta de algum alerta que o Spiceworks enviar, seja ele um ticket ou alerta de inventário;

  • Force send confirmation emails – Uma proteção antispam que envia um e-mail de confirmação protegendo contra usuários ou bots que cadastrem no sistema de chamados.

Conforme mostrado na imagem, qualquer surte efeito as alterações feitas no modo avançado, o Spiceworks precisa ser reiniciado.

Uma ferramenta útil também é o SpiceMeter que fica na parte inferior do menu, conforme a figura 15:

Figura 15 - SpiceMeter

O SpiceMeter é um medidor que avalia o seu conhecimento sobre o software, para saber quais os itens precisa preencher para que a barra aumente, consulte em “Settings” e depois “SpiceMeter Status”, ao final chegará na tela conforme a figura 16:

Figura 16 - Tarefas do SpiceMeter

Há uma série de tarefas a cumprir, porém na figura estão presentes somente algumas para fins de ilustração. O interessante é caso não saiba efetuar a tarefa, há um link “Read More” para saber mais sobre a função e caso queira um vídeo preparado pela comunidade.

Outra ferramenta da qual irá utilizar muito será as contas do sistema, disponível em “Settings” e depois “User Accounts”,ao final chegará na tela conforme a figura 17:

Figura 17 - Contas de usuário

Repare na caixa “Notify Me”, caso esta opção não esteja marcada não será enviado nenhum e-mail para tal, assim sendo, caso haja um ticket da qual tal usuário seja responsável, o mesmo não receberá os e-mails, assim como os alertas do Spiceworks, como inventário, etc.

Para criar um usuário selecione o botão “Add” e marque as opções assim como na figura 18:

Figura 18 - Criando conta

Atenção no campo “Access”, pois há somente estas duas contas internas para o Spice, a primeira é a permissão de Administrador, da qual tem acesso completo ao Dashboard e todas as outras ferramentas do Spice, já o outro acesso somente permite que o usuário acesse os relatórios para ele designado.

Para redefinir a senha de um usuário que esqueceu, somente selecione o campo “password” e assim digitado uma nova senha. Mas se você perdeu a senha do administrador, podes recuperá-la utilizando o aplicativo “reset password”, o mesmo está no diretório do Spiceworks contendo o ícone do Spice, assim como na figura 19:

Figura 19 - Resetando a senha

Antes de utilizar o aplicativo, deves parar o Spiceworks e executar o software, após inicie o Spice e insira o e-mail padrão com a senha “spiceworks”. Agora se você não se lembra o usuário administrador do qual foi criado no início da instalação, verifique os logs do Spiceworks que consta no diretório “Log”, o arquivo chama-se “production”, porém haverá vários caso houve mais de uma inicialização, após abrir, verifique a linha “Admin users” conforme a figura 20:

Figura 20 - Lista Admin Users

Agora que lembrou o usuário cadastrado, execute o “reset_password” caso não lembre também a senha.

A opção “End Users” é uma facilidade que irá converter os usuários cadastrados no Helpdesk para Administradores do Spiceworks, o mesmo somente aparecerá caso o Helpdesk esteja ativo.

Caso queira iniciar o Spiceworks em uma página diferente do Dashboard, altere a opção “Starting Page”.

As demais opções serão listadas no decorrer do curso, assim sendo finalizamos aqui o tópico de configuração do Spiceworks.

Anúncios